Páginas

Minha foto

Poeta e ficcionista paulistano nascido em 1979, é autor do Livro Ruído (Eucleia Editora, 2011), publicado em Portugal, e das Ficções paralelas e Visões para lê-las, iluminadas por Yuli Yamagata. Traduziu Natureza, de Ralph Waldo Emerson, e Caminhada, de Henry David Thoreau (Dracaena, 2010). Seus blogues Não Fique São e Transatravés, que permanecem no ar, somam mais de 130 mil visitas.

Estudou Publicidade, História e Jornalismo. Foi operador de atendimento, agente de leitura e apresentador de televisão; agora atua como factótum de texto: redator, revisor, tradutor e consultor editorial. Mora em Sorocaba-SP, onde trabalha em casa, na Felina Oficina, afagando Lira, sua gata, e produzindo os espetáculos e vídeos de dança contemporânea de Mimi Naoi, sua esposa, com quem também mantém o projeto Fôlego, com performances nas quais recita poesia para ela dançar. Em seu perfil e página no Facebook, pratica o colunismo antissocial e publica seus textos e traduções.

Tem poemas publicados nas revistas Mallarmargens, onde é colaborador, e também nas revistas CronópiosTriploV, Germina7faces, BrasilianaDiversos Afins, Ellenismos, Raimundo, Macondo, Aedoscuritibanos, Oficina.Casulo e Pó&Teias, e nas antologias AsfaltoVinagre e Poema de Mil Faces

22 de agosto de 2006

Pictoníricamor


Ela sonhou comigo a noite passada
E na moldura dos sonhos me pintou
Inicialmente Pollock sem mim bagunçada
Noite de Spilliaert pois tão longe estou

Contou que Delvaux andávamos pelados
Numa casa, não a minha Dali, outra casa
Mais que longe Michelângelo
Era o meu mundo Magritte assim mesmo
Kandinsky que nos fazíamos cócegas
Warhol ríamos de acordo ficando acordados
Entre beijos Lichtenstein a nos Basquiat
Cupidamente o amor de Caravaggio
Fazendo amor eu Donatello ela Da Vinci
Onde céus de Munch se desmanchavam
Como há Milhazes de crepúsculos sempre
Com fusos Rubens dia e noite Caillebotte difuso
Escher casar em trajes de Klimt
Para festejarmos no sítio de Bruegel
Comíamos muito ficando Botero e felizes
Rivera, Orozco e Siqueiros reis magros nos visitavam
Eu me Kahlo imaginando-me Achacoso pai de Arcimboldo
Na ilha do Amaral parindo nosso amado Alexander

Eu de Chagall mal Giger conseguia dormir
Ela em viagem dormia mais do que afastada
Nós numa cama David atlântica imensa sonhada
Eu só pintava carneirinhos para conseguir

13 de agosto de 2006

Caracterização

Sonhava Antoine Doinel estar em lua de mel com Dorothy Gale em terras de Oz
Ela dançava sexy para ele pequena Lolita de início tornando-se uma Saraghina então
Desperta assustado com Ferris Bueller e Von Aschenbach teclando os pianos sem dós
Amanhecia e Cesare dormindo voltava de noitada com o Norman Bates de roupão
.
O Jeca Tatu picava seu fumo e dialogando com Kaspar Hauser o compreendia
Dona Flor cozinhava sorrindo para Mr. Hulot a quem traía com o Zé do Caixão
A Macabéa batia uma carta ao Coronel Kurtz que não voltou de onde ia
De táxi Travis Bickle ia até a bela Séverine Serizy para uma tarde de tesão
.
Regan MacNail se exorciza ouvindo o Jake Blues com cara de pau a lhe cantar
Ferdinand Griffon era desprezado por Camille Javal linda e fria demais para tal bufão
E Charles Foster Kane com um milhão assediava Mina Murray para a vampirizar
.
Sem causa Jim Stark entra para a gangue de Alex de Large para noturna vandalização
Mia Wallace comprava cocaína do Zé Pequeno para com Scarface se encontrar
E para não queimar o filme todos eles foram à festa em que o E.T. ficaria na direção

12 de agosto de 2006

Poema Geográfico

Ando nas ruas de Ruanda; Orra, Andorra, anda!
Juvenil e imberbe Antígua e Barbuda
A lábia saudosa na Arábia Saudita
Um chopp da Antártica ou das Bahamas
Deixe de bang bang em Bangladesh
Barbados são os cubanos
Be loser Belize, Benin being out
As gafes estão no Afeganistão?
Birfobia birfilia birlatria Birmania
Boots you wanna, Botswana
Grisalho, blondei em Brunei
Jogando futebol de Butão
América ou odeie pobre
A Costa do Marfim não é uma Costa Rica
No calcanhar d'Itália
Incomunicável a Grécia
Nortista a Suécia
Despenteada a Suíça
Mongólia cerébral
Desamor Curaçao
Finlândia pode ser uma terra para recomeçar
Você pelada Europa
Sou convencido mas não Gabão
Irlanda tem Gana, um Reino Unido
Israel será próprio
Inglaterra de ninguém
Ásia ou cólica
Duras ondas em Honduras
Asia Guatemala te buena qual uma Malásia
Toco viajar ao Iemem intocado, virgem
Panamá se despir
Gala na França
Galinha d'Angola
Iraque é histórico
De araque o Egito
Crânio da Dinamarca
Pouquinho da Índia
Um caos no Laos
Pânico em Mônaco
Tô léso ou Lesoto
Ávrai ou África
Foi ocean or Oceania
À liberdade ibérica da Libéria
Espanha és grata
Portugal tem seu lugar
Líbia com Líbano, lichia com orégano
Mali mau as Maldivas em bons divãs
Em baixa um “ene” é “eme” em Malta
Alto fiquei nos Países Baixos
Escócia elevada
Cheira à Colômbia
Ela manhosa Alemanha
Minúsculo Japão aumentativo
Paraguai con mucho carinho
Imagem Argentina refletida
Prata da casa o Uruguai
Às tralhas e Austrália
Economizar faz bem mas em que Madagascar
Dores de garganta na praia no Marrocos
Maurício nas Filipinas ou Felipes nas Mauricinas
All Nepal ne parle
Nicarágua na Terra do Fogo
Nigger em férias no Niger, na Nigéria
Anda um velho zeloso na Nova Zelândia
Pois Paquistão pôs Paris posta
Paraguai para Hugo hay Uruguai
Qatar Granada, lançar na alfândega
Parlamentarismo saturniano na República Dominicana
Nem Israel nem Salomão são El Salvador
Singapura ou com limão
No Norte pedem e no Sudão
Tour sem guia na Turquia
Argentina Congo bueno Zaire is
Chile se come no México
E.E.U.U. não é pop
Canadá em Cuba
Perú de graças mais caro
Descascando os Camarões
Brasil é o uniforme da Holanda
Holanda laranja da China
General rosa e Cabo Verde
De que Koréia? Vermelha?
Mãe Rússia abandonada
Era de cor Brasil

11 de agosto de 2006

Respostas aparentemente úteis de perguntas aparentemente inúteis

1) Por que laranja chama laranja e limão não chama verde?
PORQUE LARANJA VEM DO ÁRABE "NARANDJA" E LIMÃO VEM DO PERSA "LAIMUM": SÃO DE ORIGENS DIFERENTES. ALÉM DO MAIS, A COR RECEBEU O NOME DA FRUTA E NÃO O CONTRÁRIO.

2) Por que lojas abertas 24 horas possuem fechadura?
PORQUE ELAS FECHAM EM FERIADOS E DIAS SANTIFICADOS.

3) Por que "separado" se escreve tudo junto e "tudo junto" se escreve separado?
PORQUE "SEPARADO" É UM ADJETIVO E "TUDO JUNTO" É UM PRONOME INDEFINIDO ASSOCIADO A UM ADJETIVO.

4) Por que os kamikazes usavam capacete?
PORQUE NO CÓDIGO DE HONRA DA AERONÁUTICA, O CAPACETE FAZ PARTE DO FARDAMENTO, QUE É A IDENTIDADE DA CORPORAÇÃO (E DANE-SE O QUE ACONTECE DEPOIS DA DECOLAGEM...)

5) Por que se deve usar agulha esterilizada para injeção letal em um condenado à morte?
PORQUE OS CONDENADOS À MORTE ESTÃO SOB A SUPERVISÃO DA ANISTIA INTERNACIONAL, QUE CONFERE AO PRESOS CONDIÇÕES HUMANITÁRIAS MÍNIMAS (E QUEM SABE A PENA NÃO PODE SER SUSPENSA NO ÚLTIMO MINUTO, E O ÚLTIMO PRESO FOR UM AIDÉTICO?)

6) Quando inventaram o relógio, como sabiam que horas eram, para poder acertá-lo?
ELE FOI ACERTADO ÀS 12:00 HORAS, QUANDO O SOL ESTAVA EM PERFEITA PERPENDICULARIDADE COM A TERRA.

7) Para que serve o bolso em um pijama?
PRÁ GUARDAR A DENTADURA, ESQUENTAR A MÃO ENQUANTO SE VÊ TELEVISÃO....

8) Por que os aviões não são fabricados com o mesmo material usado nas suas caixas pretas?
PORQUE A CAIXA PRETA É FEITA COM UM METAL DE ALTA DENSIDADE (MISTURA DE>FERRO, MOLIBDÊNIO, SÍLICA E TUNGSTÊNIO), E SE O AVIÃO FOSSE FEITO DESSE MATERIAL ELE NEM SAIRIA DO CHÃO, DE TÃO PESADO.

9) Por que o Pato Donald depois do banho sai com uma toalha em volta da cintura, se ele não usa short no desenho?
PARA QUE A ÁGUA DO BANHO NÃO ESCORRA PELO CHÃO, E A MARGARIDA NÃO FIQUE ENCHENDO O SACO DELE!

10) Se o Super-Homem é tão inteligente, por que usa a cueca por fora da calça?
BEM... COISA DE VIADO, NÃO SE DISCUTE!!!

11) Por que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam numa época antes de Cristo?
POR UMA QUESTÃO DE ARQUÉTIPO: QUEM CRIOU OS FLINTSTONES NASCEU DEPOIS DE CRISTO.

12) Por que aquele filme com Kevin Costner se chama "Dança com Lobos" se só aparece um único lobo durante toda estória?
OS LOBOS ANDAM EM MATILHA E DEPOIS DO FILME AQUELE LOBO ENSINOU TODOS OS OUTROS A DANÇAR...

13) Se o vinho é líquido, como pode ser seco?
SECO É A PERCEPÇÃO DO TANINO DO VINHO SOBRE A PORÇÃO MEDIANA DA LÍNGUA, QUE TANTO PODE SER SUAVE OU ADSTRINGENTE (É COMO FALAR QUE O CONHAQUE "ESQUENTA" NO FRIO).

14) Como se escreve zero em algarismos romanos?
EM ROMA NÃO SE CONHECIA O ZERO (POR ISSO AQUELE MONTE DE "PAUZINHOS"). O ZERO FOI UMA INVENÇÃO DOS ÁRABES (ALGEBAR, ÁLGEBRA) QUE FOI TRAZIDA AO OCIDENTE PELOS MESMOS ROMANOS.

15) Por que as pessoas apertam o controle remoto com mais força, quando a pilha está fraca?
PORQUE O MAU DESEMPENHO DO CONTROLE PODE SER CAUSADO POR UM MAU CONTATO NAS TECLAS, E É UM REFLEXO CONDICIONADO, COMO ACELERAR MAIS QUE O NECESSÁRIO QUANDO SE ULTRAPASSA UMA CARRETA.

16) O instituto que emite os certificados de qualidade ISO 9000 tem qualidade certificada por quem?
PELO "BUREAU VERITAS QUALITY INTERNACIONAL", QUE TEM NO SEU CONSELHO REPRESENTANTES DE VÁRIAS ENTIDADES QUE ATUAM NA ÁREA DE CERTIFICAÇÃO, É UM MECANISMO REVERSO.

5 de agosto de 2006

A DIVINA REFORMA

1 NO PRINCÍPIO DEUS CRIOU O TETO, AS PAREDES E O PISO.
2 E O PISO ERA SEM FORMA E VAZIO; E HAVIA TREVAS SOBRE A FACE DA VARANDA; E A HIPOTECA DE DEUS SE MOVIA SOBRE OS VAZAMENTOS DE ÁGUA.
3 E DISSE DEUS: PAGUE-SE A CONTA DE LUZ. E VOLTOU A LUZ.
4 E VIU DEUS QUE ERA 110 A LUZ; E FEZ DEUS SEPARAÇÃO ENTRE A LUZ E AS TREVAS.
5 E DEUS CHAMOU À LUZ TÉDIO; E ÀS TREVAS CHAMOU BALADA. E FOI A TARDE E A MANHÃ O PRIMEIRO DIA DA REFORMA.

3 de agosto de 2006

Poema Sentido

Sinto não sabê-lo
Conhecê-lo é mister
Escusado apontar
Deseducado segui-lo
Como uma rosa
Dos ventos bebe
A ressentir

Chega nesta direção
De longe da página
Descendendo de Lúcifer
Sinistro reverso insensível
Direitinho e na linha
Cai cruzando prosaico
Perpendicular ao poeta

Lá vem para cá
Rasante arrasa condor
Com dor razoável aterrisa
A título de se aproximar
Meridional se norteia
Atravessando o eu
Sem um abraço